Terça-feira, 27 de Fevereiro de 2007

2

Pois é... Fez também hoje (ontem) 2 anos desde a primeira vez que te vi... O tempo voa... Hoje estive contigo, falei contigo, brinquei contigo... E foi tão, TÃO, diferente do que já foi em tempos... Será que temos medo de brincar agora? Medo de dizer? Medo de tocar? Dou por mim a recordar cenas passadas contigo e a sorrir e olho para o presente e temos outras também muito engraçadas mas parte do que existia perdeu-se pelo caminho... Porquê? O que é que mudou? Quando é que mudou? Como mudou?
Sinto a falta da pessoa que eras quando estavas comigo, sinto falta da maneira como falávamos, sinto falta de ti!
Não me interpretes mal por-favor... Adoro jogar contigo, adoro os "nossos filhos", adoro as nossas brincadeiras, adoro bater-te, dar-te socos no braço, palmadas... Mas sinto falta do homem que conheci em tempos que cresceu e está mais comedido...
Será que sou eu que sou demasiado exigente? Será que sou eu que quero tudo?
2 anos de uma longa amizade já lá vão... 2 anos  que nos conhecemos, que falamos, que brincamos, que nos aturamos... 2 anos que és meu amigo, meu amor, meu "amante", parte da minha vida... E como é que já passaram 2 anos sabes me explicar?!
Disseste-me uma vez uma coisa que nunca mais esqueci, e acho que nunca vou esquecer... Seria adivinhação, intuição, sei lá... Mas disseste-o meio a brincar meio a sério e acertaste, se fizeste por isso ou não nem sei... Suponho que sim... Acredito que sim! O que é certo é que o que me disseste dia 17 de Março de 2005 se concretizou... Será que sabes o que estou a falar? Será que te lembras dessa frase que disseste que me marcou e me tocou como poucas fizeram?
Acima de tudo agradeço a oportunidade de te ver neste dia... Agradeço não a ti mas a "nós" que mantivemos a nossa amizade ao longo de todo este tempo... E mais que nunca te digo que és um dos meus melhores amigos e o meu "Amor Eterno"! ;)

Aqui entre nós que ninguém nos ouve... São poucas as pessoas que me conhecem que vêem o que escrevo... Mesmo as que têm o link raramente vêm ver o que se passa por aqui, o que vai dentro de mim... Este "moço" é uma dessas pessoas, tem o link mas vem aqui quando o rei faz anos... (Acho eu)!
Entretanto escrevo aqui e vou vos melgando a vocês... =p
Beijinhos a todos!
Hoje estou: nostálgica...
A ouvir: Every Litle Thing You Want - Dishwalla
Atalhos:
Sábado, 24 de Fevereiro de 2007

2

O tempo voa... Mesmo!

Já te conheço faz hoje dois anos...

Muitos dos pontos em comum que tínhamos foram se perdendo com o passar do tempo e com outras condicionantes externas que não agora para aqui chamadas... Passaram tornados por nós, querendo destruir tudo... E estamos aqui, hoje, podendo dizer que resistimos... Que somos amigos independentemente de tudo e todos! E isso por si só já é digno de comemorar...

Parabéns para nós meu anjo, parabéns porque há dois anos atrás criou-se uma empatia e uma confiança que se mantém e cresceu e vai crescer cada vez mais (espero eu) e que, no que depender de mim, vai continuar para sempre... Foste, és e serás sempre o meu Amor Eterno!

És o meu amigo, senão o melhor um dos melhores, és o meu amor, és o meu anjo da guarda, és o meu amparo, a minha rede de segurança, és tu mesmo e eu gosto de ti pelo que tu és, por ti! E obrigada por me dares a oportunidade de chegar a este dia e poder dizer-te isto...

Obrigada por todo o apoio, todo o carinho, toda a compreensão... Obrigada por toda a força, por todos os puxões de orelhas, pelo "ombro" com que sei poder sempre contar...

Assim como espero que saibas que podes contar comigo para tudo, só não farei o que não puder mesmooo! Assim como espero que tenhas sempre presente a noção que tens aqui alguém com quem podes falar ou contar 24horas por dia...

Parabéns a nós meu anjo e a ti e a mim... E o desejo que pediria à velinha do bolo hoje era poder desejar-te isto por muitos e mais anos...

Beijinhos a todos e um pequeno aparte, a música é Sopro Ausente dos MeioTermo, uma banda pequena, difícil de encontrar, no e-mule não aparecem músicas deles sequer... Não sei e acho que nunca vou saber como esta música veio parar ao meu mp3... Mas ainda bem que veio! =)

Hoje estou: Cansada mas grata p existires!
A ouvir: Sopro Ausente (q viciiiio!)
Atalhos:
Terça-feira, 20 de Fevereiro de 2007

Helppp

Preciso de ajuda para descobrir de quem é esta musica, qual o nome e se possível qual o album... Se alguém ler e conhecer que me diga por favor... ;) É que tenho a música no meu mp3 não sei como nem vinda de onde, o título é "Faixa 3" com interprete e album desconhecidos... Fiquei curiosaaaaaa...
Respiro o ar da manhã
imagens vagam à minha frente
lembro-me de ti
passaste como um sopro ausente
que se revela e se oculta...
Mais um dia passou sem saber quem tu és
de onde vens
um sonho de uma história que eu li
olho para rostos à espera
de respostas...
Não sei
sequer onde estás
não sei
sequer onde vais
não sei
sequer quem és
não sei
(Melodia)
Escuto a voz da manhã
fala sincera no seu silêncio
lembro-me de ti
num mundo onde estás tão presente
mas que os meus braços não abarcam...
Mais um dia passou sem saber quem tu és

de onde vens
um sonho de uma história que eu li
olho para rostos à espera
de respostas...
Não sei
sequer onde estás
não sei
sequer onde vais
não sei
sequer quem és
não sei...

Ela é cantada por um homem mas na parte do "Não Sei" entra uma mulher... Eu já procurei em tudo quanto é lado, google, sapo e afins e nada, perguntei a toda a gente e nada... Quem sabe me possam ajudar... ;)
De qualquer forma fica aqui uma música que tem uma melodia linda... =)
******s
Hoje estou: Frustrada de ñ achar a música!
A ouvir: "Não seiiiiii"
Atalhos:
Domingo, 11 de Fevereiro de 2007

Ausência

Costuma-se dizer que não existe maior solidão que aquela que é experimentada no meio de uma multidão... Pois é... A tua ausência por vezes faz-me sentir só, perdida no meio da multidão... Gosto de partilhar as minhas alegrias e as minhas tristezas contigo pois sei que me ouves sempre e me entendes e acabas sempre por me fazer sorrir... Mas também "me dás nas orelhas", ralhas comigo...
Ontem enquanto dançava com amigas não deu para evitar que mais uma vez me lembrasse de ti e tivesse vontade que estivesses ali... És um casmurro, muitas vezes és um tonto, és maluco das ideias... Mas também és um amor de pessoa e eu sinto a tua falta sempre, para rir, para chorar, para brincar, para sonhar, para falar a sério, para ouvir... Para tudo!
E tentei perceber porquê? Porque é que és tão importante para mim?! Porque é que eu adoro partilhar a minha vida contigo?! Porque é que quando tenho uma novidade, seja boa ou má, és a primeira pessoa em quem eu penso para partilhá-la?! Porquê?!?
Não existe apenas um "Porque...", existem vários, inúmeros, infinitos porquês para tu seres o meu melhor amigo, o meu amor eterno, o meu "amante"... Mas todos eles fazem parte de quem tu és e de quem eu sou por tua causa... Os "porquês" derivam da tua personalidade, de todos esses defeitos e de todas essas virtudes que fazem de ti a pessoa única, insubstituível e inigualável que és... E o jeito como me influencias, o jeito como tocaste e tocas a minha vida diariamente fazendo de mim uma melhor pessoa, uma pessoa mais feliz, mais confiante, mais lutadora, mais sonhadora, mais brincalhona, mais alegre... Mais... Mais tudo de bom!
E é isso que te torna eterno em mim... Esse teu jeito de seres e de me tratares, esse teu carinho que me acompanha... E tenho certeza que nunca, aconteça o que acontecer, nunca te vou esquecer... Vais ter sempre um lugarzinho no meu coração, a pent-house do meu coração, assim uma suite enorme com jacuzzi e hidromassagem e uma vista espetacular, assim do bom e do melhor como tu mereces...

(O mais engraçado disto tudo é que ele nem deve ler isto... Tem o link para o meu blog, quer o antigo, quer o novo, e não deve ver... Mesmo assim não me canso de fazer dedicatórias porque mais que nunca este "menino" é importante para mim... Mesmo que não tenhamos falado quase nada esta semana por exemplo...)

Beijinhos a todos e digo aqui aquilo que digo a cada um de vocês individualmente... Sejam felizes!!!

Hoje estou: com sono da borga de ontem!
A ouvir: o bater do meu coração...
Atalhos:
Quinta-feira, 8 de Fevereiro de 2007

Animais

Hoje escrevo por algo que não tem nada a ver com o blog em si... Cheguei acidentalmente ao site de uma instituição de apoio aos animais abandonados... De Sesimbra! Confesso que estou neste momento com lágrimas nos olhos com tanta crueldade que se vê... E os animaizinhos não merecem, não merecem mesmo... Dói-me muito saber que não posso trazê-los todos para casa porque já tenho uma cadela husky e não tenho espaço nem tempo para mais animais mas vou fazer a minha contribuição monetária para ajudar esta causa...
Apenas quero divulgar este site para os ajudar de alguma forma... Se souberem de alguém que queria ou possa adoptar algum animal mostrem o site, se puderem ajudar de alguma forma ajudem... Se há aqui quem não mereça isto são aqueles cães e gatos que foram para além de abandonados muito maltratados... ="(

http://www.bianca.pt/


Se possível dêem a conhecer vocês também esta situação, esta e muitas mais...

(Ok, ok, tenho um coração de manteiga no que toca a animais, eu confesso...)
Hoje estou: Triste por todos os animais...
A ouvir: o som da chuva lá fora
Atalhos:
Sexta-feira, 2 de Fevereiro de 2007

Ideias soltas

As palavras correm e fogem de mim,

a minha boca já não emite mais som

és tu, meu anjo, que me deixas assim,

boba, apaixonada e tão, tão, fora do tom...

Tocaste a minha alma como ninguém

e de caminho levaste o meu coração

enquanto me empurras mais além

enquanto me amparas e dás a mão...

Podia deixar aqui mil poemas cheios de amor ou carinho que nunca seriam suficientes para mostrar o bem que me fazes... O quanto eu estou grata por existires e estares presente na minha vida vai fazer no fim do mês dois anos... Mais que tudo tens sido um amigo, o meu melhor amigo, o meu confidente, o meu porto-seguro, a minha rede de segurança... Tens sido o meu amparo, a minha força para continuar... Agradeço-te por tudo meu amigo, meu anjo, meu amor eterno... Agradeço-te pelo sorriso que arrancas aos meus lábios enquanto os meus olhos teimam em verter as últimas lágrimas... E amo-te... Amo-te meu amigo meu amor, meu sonho, minha vida! Amo-te por quem és, com todas as virtudes e também todos os defeitos... Amo o teu sorriso, o teu olhar, as tuas pestanas longas, amo a tua voz, amo o teu jeito meio ciumento meio preocupado, amo quando reclamas que eu tenho de descansar, que tenho de me cuidar, amo quando me dizes que mereco o melhor porque sou especial... E por momentos acredito que sou especial... Por momentos sinto que tudo está bem... Por momentos sinto-me no paraíso... Simplesmente porque fazes parte do meu Mundo!

Hoje ouvi uma música que dizia assim "Obrigada por saberes cuidar de mim, olhar para mim, cuidar de mim...", Dedico-ta com todo o meu coração!

O mundo gira e dá voltas sem parar e passados dois anos estamos aqui, quase no mesmo pé em que nos conhecemos, mais velhos dois anos mas... Não sei explicar! Não é preciso explicar... Sentimentos não se explicam, sentem-se...

Reli as nossas conversas de há dois anos que encontrei aqui perdidas plo computador... Ri e chorei... E sabes porquê? Porque inexplicavelmente desde o inicio me abri contigo sem medos ou receios... Dei-me a conhecer... E às vezes sinto que não entendes isso, que mesmo assim não me conheces... E eu não te conheco a ti... Apesar de te considerar um dos meus melhores amigos... Apesar de seres a primeira pessoa a quem eu "ligo" quando recebo uma boa noticia... De seres a primeira pessoa a quem eu conto o que me corre mal, o que me aflige, os meus medos e receios... Foi "giro" ver que o destino revirou a minha vida de pernas para o ar e mesmo assim tu permaneceste... O apoio quando saí de Direito, quando arranjei trabalho, a força para voltar a estudar, o ombro quando não entrei para o que queria, o companheiro de uma madrugada de nervos à espera de resultados de entrada pela terceira vez... O medo, a alegria partilhada contigo de entrar em Ciências da Comunicação como queria... O meu grilinho a manter-me no bom caminho, a incentivar-me...

Podia escrever horas a fio sobre o bem que me fazes... "Cause to love you means so much more..." Mas fico-me por aqui... Continuo talvez numa próxima vez este "testamento" que serve de hino ao que sinto por ti!

Beijinhos a todos e desculpem o testamento mas hoje mais uma vez este "menino" conseguiu me alegrar após uma má noticia... Oh Semiótica malvada!!! O meu trabalho foi antes da manteiga na testa só pode... ;)

Hoje estou: embriagada no que sinto por ti
A ouvir: Fácil de Entender
Atalhos:

*A azul

*Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*Pesquisa no azul

 

*Ideias recentes

* The End

* You're a part of me...

* Simplesmente

* What Hurts the Most

* Feel the Rain on Your Ski...

* Fairytale

* Na fossa!

* Never Took The Time

* Não Deixo!

* Estranha ou Estupida?!

* Tento Saber

* Perdi

* Fingertips - You're gone ...

* Má...

* Férias

*Ideias arquivadas

* Junho 2008

* Março 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

* Setembro 2006

*As cores

*Links

*Atalhos

* todas as tags

*Adorei...

* ...

* ...

* QUEM SOU EU...

* ...

* Vagas Palavras - Mistério...

* (147) O tempo

* Mais uma tarde a repetir....

* Uma feliz recordação das ...

*subscrever feeds

*As cores

blogs SAPO