Segunda-feira, 9 de Outubro de 2006

Raio

De braços abertos, deitada no jardim,

olho o ceu e lá no alto vejo o teu rosto

e as estrelas já não brilham tanto assim

comparando com a face de quem eu gosto...

E o vento passa mas não me leva

enquanto sonho aqui deitada na terra

querendo ter asas e um dia poder voar

para no ceu contigo, por fim, me encontrar...

E eis que um raio vem e me acerta

e eu vejo que tu és tão real como eu

e aquilo que eu estava tão certa

de repente ruiu, partiu e se perdeu...

Não és um anjo lindo, mas irreal,

és de carne e osso como toda a gente

e podes até, quem sabe, ser o tal

que surge quando a gente nem sente,

nem dá conta que de repente surgiu

mas que toma conta do nosso coração

que um dia tombou e se partiu...

Hoje estou: A cair de sono...
A ouvir: Faz amor comigo - Anastacia
Atalhos:

*A azul

*Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

*Pesquisa no azul

 

*Ideias recentes

* Raio

*Ideias arquivadas

* Junho 2008

* Março 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

* Setembro 2006

*As cores

*Links

*Atalhos

* todas as tags

*Adorei...

* ...

* ...

* QUEM SOU EU...

* ...

* Vagas Palavras - Mistério...

* (147) O tempo

* Mais uma tarde a repetir....

* Uma feliz recordação das ...

*subscrever feeds

*As cores

blogs SAPO